“O Karma Destrói a Compaixão”

26 (artigo) O Karma Destrói a Compaixão (419)Vraja Kishor Dasa

Acreditar no karma é loucura. Isso torna você um robô sem compaixão que não se importa com os problemas aqui e agora. Ou não?

Abutres sobrevoam a terra árida. Crianças choram com moscas em suas bocas e não há nada além de ar dentro de seus estômagos. Fome. Seca. Realidade desesperançosa para milhões de seres humanos.

Posso ver agora algum Hare Krishna sentado em postura presunçosa e dizendo: “Karma isso, karma aquilo”. (Karma, você sabe: “Tudo acontece por causa do destino, e blá, blá, blá”). Acreditar no karma é loucura. Isso torna você um robô sem compaixão que não se importa com os problemas aqui e agora.

Karma, na verdade, significa: “Toda ação tem uma reação”. Por exemplo, se ajo como um idiota, sofrerei a reação – eu farei as pessoas rirem. Ou se, quando criança, queimei minha mão no fogão, mesmo se alguma vez eu me esqueça disso, ainda assim terei a reação: uma vida inteira temendo coisas quentes.

Qualquer loucura em que eu me encontre hoje resulta do que fiz no passado. Para alguns, isso é difícil de aceitar. Significa que sou completamente responsável por minha própria vida. Nada de bodes expiatórios, ninguém para culpar, apenas eu. E outras pessoas também são responsáveis por suas próprias vidas. Elas causam seu sofrimento e seu desfrute.

Então, as pessoas na Etiópia estão sofrendo por causa de seus próprios atos, seu próprio karma? Parece uma maneira monstruosamente fria de ver as coisas. Se é o karma delas, por que tentar ajudá-las? Estão simplesmente recebendo o que merecem.

Entendimento Mais Profundo

Então, vamos sair por aí com um riso zombeteiro e apontar para idosos em cadeiras de roda e dizer-lhes: “Ei! Você merece isso, xará!”? É claro que não.

Ele não merece isso. Sim, o karma lhe dá o que ele merece – mas ele não merece estar sob a lei do karma, em primeiro lugar. A alma em seu estado natural é livre de todo karma. As pessoas, portanto, não merecem sofrer. Qualquer um que compreenda isso se torna verdadeiramente solidário e jamais se cansa de ajudar os outros a se livrarem do sofrimento.

Muitas pessoas têm compaixão apenas de pessoas em determinadas condições – pessoas com retardo mental, desabrigadas, famintas. Contudo, uma pessoa que compreende por completo o karma sente compaixão por todos. Todos têm karma, de modo que todos sofrerão, cedo ou tarde. Eis porque a compaixão e benevolência devem ir para todos.

Compreender o karma não refreia o sentimento de compaixão ou a avidez por ajudar o mundo. Na verdade, expande e intensifica essa compaixão de modo a envolver todos os seres vivos.

.

Todo o conteúdo das publicações de Volta ao Supremo é de inteira responsabilidade de seus respectivos autores, seja o conteúdo textual, seja o conteúdo de imagens. Fonte da imagem: http://www.comunidadesemear.org.br.

.

Se gostou deste material, também gostará destes: Karma e Consumo de Carne na Literatura Védica, Bhagavad-gita e Reencarnação,Espiritismo e Consciência de Krishna: Um Estudo Comparativo em Transmigração da Alma, A Morte do Filho de Srivasa e a Ciência da Transmigração da Alma, Dívidas, Alma, Deus, Eternidade e Reencarnação: Srila Prabhupada Conversa sobre  Orígenes de Alexandria.

.

Se gostou deste material, também gostará do conteúdo destas obras:

-26 (artigo) O Karma Destrói a Compaixão (418)1 -26 (artigo) O Karma Destrói a Compaixão (418)2-26 (artigo) O Karma Destrói a Compaixão (418)3-26 (artigo) O Karma Destrói a Compaixão (418)4 -26 (artigo) O Karma Destrói a Compaixão (418)5

 

3 Respostas

  1. Exatamente isso. Nós somos responsáveis pelo que fazemos ou deixamos de fazer – para isso, existe o livre-arbítrio para nos deixar à vontade. Mas cuidado! Que nem o livre-arbítrio se torne uma prisão e nem a ideia de karma nos torne livres de compaixão.

    O caminho e Krishna, o caminho de se aprofundar na consciência de Krishna, é o melhor caminho e o caminho mais seguro.

    26 de maio de 2014 às 10:28 AM

  2. Muito simplório considerar todo o sofrimento de todos os seres como apenas karma.
    Se Karma é uma lei, quem a criou ? Deus criou a lei do karma para punir os seres ?
    Um Deus amoroso e Todo Poderoso que não é capaz de extinguir o sofrimento ?
    Livre arbítrio não é tão livre assim, pois depende de vários fatores. Teríamos livre arbítrio completo se tivéssemos total conhecimento antes de agirmos.
    Digamos que tenho uma raiva e mato uma pessoa. Por que a raiva foi maior que o livre arbítrio ? Por que Deus não me criou sem a raiva ?
    O sofrimento faz parte da existência. Quanto mais os seres agem motivados pela ilusão, raiva, cobiça e egoísmo, mais sofrimento trazem para si e para os outros.
    Os políticos roubam, devido á cobiça, e por isso não temos escolas boas, segurança e saúde. As pessoas sofrem as consequências da corrupção. Não foi karma delas, mas o ato de outros. Se eu estupro uma criança, não é karma dela, mas resultado de ,minha ação nefasta. Se tudo é karma, então pra que leis, justiça e direitos humanos ?
    Por que uma pessoa se torna um estuprador ? Seria apenas o mau uso do livre arbítrio, ou teriam outras causas ? E se ele se tornou estuprador por que sofreu abuso na infância e não conseguiu superar, então ele não é culpado se estuprar alguém e se ele não é culpado, o ato de estuprar não será karma ruim pra ele, por que ele não teve culpa de se tornar mal.

    21 de agosto de 2014 às 7:43 PM

  3. Pingback: Artigos e Palestras | Volta ao Supremo | Página oficial

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s