Por que Não Estamos Sentindo Nenhuma Proximidade de Krishna?

(18) (artigo - superação de obstáculos) Por que Não Estamos Sentido Nenhuma Proximidade de Krishna (rev) (ta) (01)

Srila Bhaktisiddhanta Sarasvati

Do sintoma, à causa. Da causa, ao tratamento.

A entidade viva é constitucionalmente serva do Senhor Supremo. Contudo, se nós não nos associarmos sempre com o Senhor e seus devotos, e não os servirmos sempre, como podemos nos sentir próximos do Senhor? Se estamos ocupados com questões mundanas, como podemos ouvir o Senhor? No momento presente, estamos encantados por falsas esperanças, as quais decorrem de julgamentos equivocados. Assim, estamos profundamente preocupados com este mundo. Sujeitamo-nos a julgamentos errôneos porque nos afastamos demais da fonte original de nossa vida. Quem pisa em areia movediça se afundará rapidamente. De modo similar, aquilo de que estamos dependendo tem uma fundação traiçoeira, e é por isso que estamos afundando neste oceano material. Em vez de estarmos no caminho de Krishna, estamos gastando nosso tempo em esforços materiais, estando possuídos por desejos perniciosos.

Vishnu-maya, a energia ilusória do Senhor, está nos aprisionando ao nos permitir nos tornarmos desfrutadores materiais, ou trabalhadores fruitivos. Portanto, devemos ser cautelosos. Devemos saber que precisamos de orientação a cada passo. Devemos ser extremamente cautelosos. Precisamos de orientação a cada passo: precisamos da orientação do mestre espiritual a cada passo. Servir os devotos nos é mais benéfico do que servir o Senhor. A entidade viva se beneficia mais por associar-se com os devotos do que por associar-se com o Senhor. A morada de um devoto, isto é, a morada do mestre espiritual, é mais favorável para o serviço devocional do que a morada do Senhor. Srila Bhaktivinoda Thakura diz, yathaya vaishnava-gana sei sthana vrindavana: “Onde os vaishnavas estão vivendo, ali é Vrindavana”. (Kalyana-kalpataru 1.14.4) Temos que entender o significado completo dessas palavras. Contudo, se nos tornarmos indiferentes ao serviço ao mestre espiritual, não podemos nos tornar servos. Permaneceremos orgulhosos e arrogantes. Permaneceremos enredados em pensamentos externos.

Não existe pensamento mais elevado no mundo teísta do que o serviço aos pés de lótus de Sri Sri Radha-Govinda. Por conseguinte, temos que ouvir constantemente hari-katha, tópicos sobre Krishna, para que não fiquemos privados do serviço ao Senhor, que é adhokshaja, “situado além dos sentidos”, para que não nos tornemos dependentes de nossos sentidos e do caminho da falsa lógica. Temos que estar muito atentos ao serviço devocional, porque gastamos muitas vidas fazendo essas outras coisas. Temos que ser muito atentos a fim de que possamos atender nossa maior necessidade nesta mesma vida. Se um devoto sempre serve o guru e Krishna com grande zelo, com grande apego e com grande amor, ele definitivamente sentirá a companhia de Krishna.

.

Se gostou deste material, também gostará destes: Seis e Seis: O que Evitar e o que Buscar para o Sucesso na Vida Espiritual, Por que e Como Orar, Podemos Ser Espirituais sem Sermos Religiosos?, Por que os Pés de Lótus do Guru São Comparados a um Lótus?.

.

Se gostou deste material, também gostará do conteúdo destas obras:

(06) (artigo - ateísmo) Civilização e Amor a Deus (2600) (rev)3 (06) (artigo - ateísmo) Civilização e Amor a Deus (2600) (rev)4 (06) (artigo - ateísmo) Civilização e Amor a Deus (2600) (rev)5