O que Faz a Mulher Hare Krishna?

Karuna Dharini Devi Dasi

De tempos em tempos, esta pergunta vem à tona.

Eu moro há vinte e cinco anos em uma comunidade Hare Krishna, devotando toda a minha vida aos projetos e atividades do templo. De tempos em tempos, alguém me pergunta: “Como é a vida de uma mulher Hare Krishna? O que vocês fazem?”

As pessoas que me perguntaram, provavelmente estavam pensando nos devotos homens, com suas vestes e cabeças raspadas, dançando pelas ruas e tocando tambores. Deve ser difícil para elas incluírem as mulheres nessa imagem mental. Mas, de qualquer maneira, as mulheres da comunidade onde vivo se dedicam à missão de Srila Prabhupada com a mesma seriedade que seus colegas do sexo masculino. Gostaria, assim, de falar um pouco sobre algumas delas, tanto para lançar alguma luz sobre a posição da mulher no movimento Hare Krishna quanto para me beneficiar glorificando minhas irmãs espirituais. Também ofereço este artigo à minha mãe.

Milhares de mulheres seguem os ensinamentos e práticas do movimento Hare Krishna em diversos países ao redor de todo o mundo. Algumas vivem perto de templos e outras não – assim, suas vidas são um pouco diferentes. Na Índia, em especial, milhões de mulheres mantêm um altar em suas casas e, ao mesmo tempo, servem suas famílias.

Eu vivo em Los Angeles, onde a comunidade da ISKCON se chama New Dvaraka. Passarei a reportar como as mulheres daqui levam suas vidas de forma consciente de Krishna.

Gunavati Devi Dasi desenha as roupas das Deidades do templo (Rukmini-Dvarakadhisa, Gaura-Nitai, Jagannatha, Baladeva e Subhadra), e também organiza as devotas que costuram as roupas e, por fim, vestem as Deidades. Em sete diferentes festivais ao longo de cada ano, novas roupas de seda, com ricos bordados, são oferecidas às Deidades. Gunavati também veste as Deidades e cozinha para elas. Ela vem oferecendo esse serviço de costura por vinte e sete anos.

Tadit Devi Dasi é gerente da bem-sucedida loja de presentes Govinda, que fica anexa ao templo. Desde que ela começou a administrar a loja em 1986, o lucro da loja mais do que quadruplicou, o que tornou possível a realização de vários projetos da comunidade. Várias celebridades e designers visitam a loja. Para atender à demanda dos mais diversificados artigos e roupas devocionais que a loja oferece, ela viaja para a Índia cinco vezes ao ano. Tadit é formada em Moda e é esposa do presidente do templo, Svavasa Dasa.

Kriya Shakti Devi Dasi é responsável pela preservação dos quartos em que Srila Prabhupada morou no templo de Los Angeles. Ela aumentou a coleção de objetos pessoais de Srila Prabhupada e aprimorou a preservação dos mesmos. Ela é guia das inspiradoras visitas aos quartos de Sua Divina Graça e também organiza eventos ali em dias de festival. Ela também dá aulas no templo e é a líder do ashram das mulheres solteiras.

Narayani Devi Dasi mudou-se para o templo de Los Angeles em 1980, e, desde então, todos os dias ela projeta as cores e formatos e, então, começa a fazer cerca de trinta e duas guirlandas para a adoração diária das deidades. Ela recebe os visitantes que vão ficar na casa de hóspedes e organiza tudo para a estadia deles. Você sempre verá Narayani usando um sári da mesma cor da roupa que as Deidades estiverem vestindo no dia – uma prática que, segundo ela, ajuda-a a lembrar das Deidades ao longo de todo o dia.

Divya Dristi Devi Dasi administra a Escola Dominical de New Dvaraka, que recebe cerca de cinquenta empolgadas crianças divididas em quatro graus de instrução. Todos os anos, ela obtém todos os papeis e autorizações necessários para a execução do Ratha-yatra na praia de Venice. Ela e seu esposo, Bhagavata Akinchina Dasa, organizam o festival Ratha-yatra há pelo menos vinte anos. Divya Dristi também atua como parteira, e já ajudou no nascimento de mais de duzentos bebês. Muitas das crianças que ela ajudou a nascer frequentam agora sua Escola Dominical.

Rambhoru Devi Dasi é doutoranda na Claremont Graduate School of Religion, onde está fazendo um estudo comparativo entre vaishnavismo e cristianismo. Ela traz ao templo estudiosos do vaishnavismo de todo o mundo, juntamente com seus respectivos orientadores. Recentemente, um grupo de jesuítas noviços da arquidiocese de Los Angeles veio ao templo com o Dr. Francis X. Clooney, padre e professor da Faculdade de Boston. Há anos Dr. Clooney trabalha com os devotos da ISKCON como diretor acadêmico do Centro Oxford de Estudos Hinduístas. Um dos maiores eruditos do mundo na área de teologias comparadas, Dr. Clooney é professor titular das disciplinas Divindade e Estudos de Teologia Comparada na Harvard Divinity School. Também neste grupo, estava o Dr. Christopher Key Chapple, diretor do departamento de religião da Universidade de Loyola Marymount e autor de diversos livros famosos sobre Hinduísmo. Rambhoru diz que estar na universidade é um desafio que a faz refletir em como a mensagem de Prabhupada pode ser apresentada para que as pessoas a entendam e não encontrem dificuldades em aplicá-la de forma prática em suas vidas.

Ishana Devi Dasi cuida de Tulasi, a planta favorita do Senhor Krishna, cujas folhas e flores são diariamente usadas em Sua adoração. É doutora em Botânica e publicou um livro intitulado The Art of Caring for Srimat Tulasi Devi [sem tradução para o português]. Ishana faz estonteantes vestes de flores para as Deidades usarem em dias de festival. Ela ajuda seu esposo, Ratna Bushana Dasa, a cozinhar para o Festival de Domingo. Ishana também ajudou nos arranjos necessários para que fosse esculpida e instalada uma bela Deidade nova de Vrinda Devi no templo da ISKCON situado à beira do Vrinda Kunda, próximo a Vrindavana, Índia.

Vaijayanti Devi Dasi é formada em Letras com foco em Sânscrito. Ela ajudou na nova edição do Bhagavad-gita Como Ele É de Srila Prabhupada, publicado pela Bhaktivedanta Book Trust, BBT.

Theresa, de quase setenta anos, faz há quinze anos o buquê de flores que é colocado na mão da Deidade de Rukmini Devi. Ela seleciona cuidadosamente cada flor do buquê de forma que combinem com o vestido de Rukmini Devi. Porque as Deidades são vestidas com roupas novas de manhã e à tarde, ela faz quatorze buquês por semana.

Mahalakshmi Devi Dasi é vocalista do grupo de bhajan do templo de New Dvaraka. O grupo se apresenta todos os finais de semana em escolas de yoga, feiras, encontros interreligiosos, festivais variados e até mesmo em aniversários e festas.

Nandarani Devi Dasi trabalha como contadora do Buffet Govinda e faz guirlandas.

Algumas das devotas solteiras que vivem no ashram saem regularmente para distribuírem os livros de Srila Prabhupada, especialmente em faculdades. Elas armam uma banquinha no campus, e estudantes param para ouvir sobre tópicos espirituais como bhakti-yoga e reencarnação. As devotas desfrutam da oportunidade de poderem falar sobre a filosofia da consciência de Krishna para os estudantes, e, muitos deles, ficam ávidos por ouvir mais.

Outras devotas dedicadas vestem as Deidades, oferecem-lhes arati e cozinham para elas há anos, como Vidya, Deva Didhiti, Navina, Paurnamasi e Parijata.

Isso foi apenas um indício do que fazem as mulheres dentro do Movimento Hare Krishna. A maior parte das devotas que descrevi serve Krishna morando no templo. Mas o serviço a Krishna não é limitado às atividades do templo. Milhares de mulheres ao redor do mundo, enquanto ocupadas em suas profissões e afazeres, mantêm Krishna como o centro de suas vidas. Essas mulheres – que podem viver dentro ou fora do templo – são grandes exemplos. Elas me fazem entender o significado de amor puro por Krishna.

Adquira e receba em casa: