Radha Krishna Camp: Mais do que um Retiro

27 (notícia - educação) Reportagem Radha Krishna Camp (1)

Bhagavan Dasa

Retiro em Nova Gokula reúne mais de 40 jovens vaishnavas e é marcado por fortes amizades, diversão e intensa vida espiritual.

A partir da maioria das coisas na lista do que levar, pode parecer um acampamento de férias como outro qualquer: colchonete, repelente, garrafa d’água, lanterna… No entanto, não demora até os artigos recomendados revelarem que se trata de um acampamento diferente. São listados: tilaka, japa-mala, roupas devocionais. Como diz o cartaz de divulgação, portanto, é “mais do que um retiro”. Sim: não se trata de um retiro qualquer, mas um retiro espiritual, e exclusivo para jovens vaishnavas!

Foi em Nova Gokula, em Pindamonhangaba, no interior de São Paulo, que aconteceu a segunda edição do Radha Krishna Camp (RKC). Superando a primeira edição do evento, o RKC deste ano de 2016, que aconteceu do dia 5 ao dia 12 de janeiro, contou com mais de 40 jovens, entre 12 e 16 anos, para um retiro intenso, de muitas amizades, diversão e vida espiritual.

27 (notícia - educação) Reportagem Radha Krishna Camp (2)

Além das atividades específicas do RKC, todos participam das atividades regulares do templo diariamente.

Coincidindo com as férias de verão no Brasil, o RKC supriu a necessidade da nova geração de vaishnavas de ocuparem de maneira sadia o tempo livre que ganham não tendo obrigações escolares.

Entre filhos de devotos e filhos de simpatizantes da consciência de Krishna, os jovens chegaram “acanhados, resistentes a mudanças e silenciosos”, conta Subhadra, uma das organizadoras do camp. Isso já começa a ser desfeito logo no primeiro dia, porém, quando, após a acolhida e apresentação dos monitores e da programação, realizaram-se jogos de interação. “Eles vão se conhecendo e desenvolvendo amizade e cumplicidade conforme as atividades vão acontecendo”, explica Subhadra.

27 (notícia - educação) Reportagem Radha Krishna Camp (3)

“Eles chegam acanhados, mas vão se conhecendo e desenvolvendo amizade e cumplicidade conforme as atividades vão acontecendo”.

E atividades não faltaram. Os adolescentes e pré-adolescentes, além de participarem da rotina do templo, acordando antes do nascer do Sol, também tinham o dia cheio, todos os dias, com atividades planejadas para acontecer dentro da comunidade de Nova Gokula e também visitações fora da fazenda. “Evitamos ao máximo o tempo de ócio. A programação foi planejada para ocupá-los em tempo integral. Embora fosse exaustivo em alguns momentos, a intenção era  evitar contratempos e conflitos desnecessários entre os participantes”, explica Subhadra, que é psicopedagoga.

Entre as atividades realizadas na atmosfera sagrada de Nova Gokula, muito contato com a natureza: visita ao estábulo, práticas na horta e banho de rio foram algumas oportunidades propiciadas para que os participantes desfrutassem da vida simples afastada da artificialidade e poluição do ambiente urbano. Vaikuntha Murti, secretário da juventude da ISKCON Brasil e esposo de Subhadra, conta: “A visita à goshala foi surpreendente, pois muitos deles não tinham muito contato com a natureza, e embora tenhamos ido somente para observar, quase todos pediram para tirar o leite da vaca e se esforçaram para conseguir, contrariando minhas expectativas”.

27 (notícia - educação) Reportagem Radha Krishna Camp (4)

Vaikuntha bem humorado junto de dois campistas.

Nas palavras de Purushatraya Swami, a visita a uma fazenda onde acontece proteção às vacas é uma oportunidade de “meditarmos com os olhos abertos”. Ali em Nova Gokula, a Deidade de Krishna é conhecida como Gokulananda, “a bem-aventurança da casa das vacas”. Certamente poder ver as vacas de Krishna, ordenhá-las e depois ver o leite ser levado para se tornar preparações para Krishna é uma meditação de olhos abertos muito especial.

27 (notícia - educação) Reportagem Radha Krishna Camp (5)

A sala do templo mais bonita com a presença de tantas grandes almas.

E é esse o ponto central de todas as atividades no RKC, é claro. Não se trata apenas de um contato relaxante com a natureza, mas a lembrança de Krishna em tudo. Parama Karuna, um dos monitores e ele mesmo filho de devoto, coloca: “Este projeto serve para educar e ensinar de uma maneira prática a consciência de Krishna. E isso, obviamente, é muito importante”.

27 (notícia - educação) Reportagem Radha Krishna Camp (6)

Em um momento só seu, Nandini contempla a beleza sem igual de Radha-Gokulananda.

Bem, se o objetivo é ter um dia de vaqueirinho, de amigo de Krishna, com rio, ordenha e plantação, adicionemos também jogos e esportes, pois sabemos muito bem pelas escrituras que os amigos de Krishna se divertem muito com isso. Essas atividades ficaram à incumbência de Arjuna Sundara, perito em rapel e canoagem, entre outras atividades radicais! Trilha, tirolesa, vôlei e futebol fizeram a alegria de todos.

27 (notícia - educação) Reportagem Radha Krishna Camp (7)

Annapurna animada com a tirolesa.

27 (notícia - educação) Reportagem Radha Krishna Camp (8)

Abhay faz jus ao seu nome e voa destemidamente.

27 (notícia - educação) Reportagem Radha Krishna Camp (9)

Atividades esportivas no Bosque de Radharani.

Agora, se você acha que a “molecada do bem” do RKC só serve para correr, mergulhar e chutar bola, você está muito enganado. O interesse deles pela sabedoria da consciência de Krishna se revelou uma grande fome. “Eles sem dúvidas demonstraram o quanto estavam ávidos por conhecer mais sobre a filosofia e a cultura vaishnava”, relembra Subhadra. “E eles percebem que há muito a ser descoberto e aprendido”.

27 (notícia - educação) Reportagem Radha Krishna Camp (10)

Parama Karuna, monitor e ex-gurukuli de Nova Gokula, conta que no seu tempo era muito diferente, mas que o modelo do RKC é muito especial também.

O estudo direto da filosofia da consciência de Krishna foi facilitado por ninguém menos do que Chandramukha Swami, um sannyasi de espírito inegavelmente jovem. A Bhagavad-gita e o canto dos santos nomes foram os principais temas de estudo. “Maharaja Chandramukha adorou a proposta do RKC”, nos conta Vaikuntha Murti. “Ele ficou encantado com as perguntas inteligentes durante suas aulas”.

27 (notícia - educação) Reportagem Radha Krishna Camp (11)

Durante a aula de Chandramukha Swami, na sala do templo.

Outro encanto para todos foi a arte que permeou os dias do retiro. Teatro e música, duas artes tão exploradas entre os seguidos de Sri Chaitanya desde o começo do vaishnavismo gaudiya, estiveram presentes. “O interesse espiritual teve a melhor resposta através da música e do teatro, pois teoria para aqueles que têm tanta energia não foi algo tão simples de ser apresentado”, admite a monitora Katyayani, fazendo menção à natureza peculiar dos adolescentes.

27 (notícia - educação) Reportagem Radha Krishna Camp (12)

Katyayani, uma das devotas a integrar a competente equipe do RKC.

As dinâmicas de jogos teatrais, conduzidas por Murari Dasa, graduando em Teatro, introduziram os participantes a conceitos profissionais de encenação, como reconhecimento e movimentação no espaço, corpo cênico, voz, direção e velocidade. Murari conta que deixou tudo fluir mais espontaneamente, aproveitando o que eles já traziam de bagagem cultural e criatividade. Ao final, eles analisavam as cenas juntos, discutindo se podiam ser aprimoradas em algo, se tinham começo e fim e como podiam dar um viés mais devocional. Junto desse desenvolvimento de técnicas, as oficinas tinham o propósito de integrar bem os participantes, o que certamente foi alcançado.

27 (notícia - educação) Reportagem Radha Krishna Camp (13)

Murari integrando a turma através do teatro.

O auge musical ficou por conta dos ensaios de todos com Chandramukha Swami, que tem em seu currículo incontáveis CDs gravados – são tantos que, se perguntar a ele o número exato, ele mesmo dirá que não sabe. Depois dos ensaios privados, uma apresentação foi feita aos moradores de Nova Gokula, com Chandramukha e sua banda acompanhados do coral e dos jovens participantes do camp.

27 (notícia - educação) Reportagem Radha Krishna Camp (14)

Laulyam Radharani, no ensaio com Chandramukha Swami.

27 (notícia - educação) Reportagem Radha Krishna Camp (15)

Sua Santidade Chandramukha Swami.

Com tanta motivação para as artes, Subhadra conta que um bardo se revelou do meio dos campistas. “Um dos participantes demonstrou habilidade em produzir músicas, e assim que surgiu a oportunidade, ele passou a cantar sobre fatos engraçados que aconteceram durante o retiro, junto com os outros. Foi marcante e muito divertido”.

Bem, se tudo fosse se resumir a Nova Gokula, não teria sido pouco, mas o espírito que Prabhupada incutiu em nós é de expansão, não é? Hora de cair na estrada, então. Três atividades muito legais para lá dos portões das vacas de Krishna aguardavam os devotos.

Em Taubaté, a apenas uma hora de Pindamonhangaba, tiveram a oportunidade de visitar o corpo de bombeiros da cidade, onde aprenderam mais sobre essa importante profissão em que homens e mulheres muitas vezes arriscam nobremente a própria vida para salvar a vida de outras pessoas. Aprenderam, com a competente exposição de dois sargentos, orientações básicas para prevenção de incêndios e outros acidentes.

27 (notícia - educação) Reportagem Radha Krishna Camp (16)

Momento de descontração com capacete de bombeiro registrado pelo celular.

Na visita à catedral de Santa Terezinha, foram recebidos pelo diácono Marcelo, o qual, com especial atenção, apresentou-lhes diversos detalhes e curiosidades da catedral e particularidades do catolicismo. Depois, tiveram um encontro com a juventude católica, em uma interação inter-religiosa que proporcionou aos nossos jovens a oportunidade de conhecer de perto como a juventude católica vivencia sua religião e vice versa. Houve trocas de perguntas sobre cada escola religiosa e, ao final, cada grupo fez uma performance artística. “Foi um encontro muito rico e produtivo”, rememora Vaikuntha.

Uma terceira atividade fora de Nova Gokula foi a visita ao escritório central da BBT, a editora oficial dos livros de Srila Prabhupada, por vezes referida como “o coração de Prabhupada”. Lá, tiveram a oportunidade de conhecer as etapas de produção e distribuição de um livro, as instalações físicas do prédio, bem como a importância dos livros de Srila Prabhupada para preservação e propagação dos ensinamentos de Krishna.

27 (notícia - educação) Reportagem Radha Krishna Camp (17)

No estoque de livros da BBT Brasil.

Uau! Convenhamos que a tal política do “nada de tempo ocioso” foi levada a sério, não?

No último dia, fez-se uma retrospectiva de todos os oito dias de retiro, momentos de reflexão e um amigo secreto para atar em definitivo os laços de amizade. “Achei superlegal… estou muito triste de ir embora”, disse Nina, de 14 anos. Para Pedro, também de 14 anos, o RKC foi especial porque pôde fazer novos amigos e trabalhar sua espiritualidade, “e também houve muitas atividades interessantes, como jogos, brincadeiras”. Annapurna, também de 14 anos, começa destacando os programas com Chandramukha Swami e a feitura de novos amigos, mas logo prefere não destacar nada: “Tudo muito especial”.

Não foram só os jovens que aprenderam e viveram bons momentos – os “marmanjos” e “marmanjonas” por trás do evento também. Katyayani, uma das três monitoras responsável pelas meninas, conta que, vendo a dedicação de Subhadra, passou a admirar ainda mais sua colega devota, e sente-se realizada em ter dado sua companhia de maneira simples e espontânea a todos os filhos de devotos que compareceram, para que eles entendam que a associação dos devotos é algo leve e natural. Vaikuntha Murti conta que estar com a nova geração o renova. “Estou lidando com o futuro da ISKCON, e é muito gratificante saber que nossa instituição terá um futuro promissor, pois estamos investindo em nossos jovens”.

27 (notícia - educação) Reportagem Radha Krishna Camp (18)

Murari diz: “É muito bonito ver no RKC adolescentes engajados na consciência de Krishna dessa forma”.

Murari resume o RKC: “No meu leigo modo de analisar, a base da Bhagavad-gita é a amizade e o servir. É muito bonito ver no RKC adolescentes engajados na consciência de Krishna dessa forma. Cada um no seu estilo, cada um com seu gosto particular, mas interagindo um com outro, respeitando e sendo respeitado com carinho e confiança”.

27 (notícia - educação) Reportagem Radha Krishna Camp (19)

A turma toda, junto da murti de Srila Prabhupada.

Por fim, Subhadra diz: “Tenho a sensação de dever cumprido. Embora o tempo com eles seja muito curto, sinto que eles levarão para suas casas e para suas vidas um pouquinho do que viveram conosco. E que isso fará alguma diferença”.

Se foi pouco, é confortante saber que o pouco que eles levam consigo inclui o desejo de voltar. Tavares, de 15 anos, diz: “Uma semana de pura devoção a Krishna, belas amizades, atividades muito bem elaboradas – com certeza irei voltar”.

27 (notícia - educação) Reportagem Radha Krishna Camp (1)

Filhos de devotos, uma vez de volta às suas casas, postam no Facebook: #VoltaRadhaKrishnaCamp.

Haverá a terceira edição do RKC? Sim! Já estão sendo planejados os próximos. Embora ainda não tenham detalhes, Subhadra e Vaikuntha já nos contam que querem fazer algo ainda maior e atingir também outras faixas etárias. Eles acham que pode ser difícil conseguir isso e ainda não sabem bem como o fazer, mas, contando com as bênçãos dessas dezenas de almas especiais que voltam para suas casas plenamente satisfeitas com eles, alguém duvida que eles conseguem?

.

Curta no Facebook: Radha Krishna Camp. Visite a página: Radha Krishna Camp.

.

Se gostou deste material, também gostará destes: Seus Filhos e o Guru de Um Olho Só, Por que as Crianças Se Comportam Mal?, Escola Bhakti: Amar é Servir.

.

Se gostou deste material, também gostará do conteúdo destas obras:

27 (notícia - educação) Reportagem Radha Krishna Camp (20)27 (notícia - educação) Reportagem Radha Krishna Camp (21)27 (notícia - educação) Reportagem Radha Krishna Camp (22) 27 (notícia - educação) Reportagem Radha Krishna Camp (23)