Sri Sri Siksastaka

foto 1

Embora fosse amplamente conhecido como um erudito em Sua juventude, o Senhor Caitanya nos deixou apenas oito versos, chamados Siksastaka. Estes oito versos revelam de forma concisa e clara os ensinamentos de Sri Caitanya Mahaprabhu, cuja essência é o cantar do santo nome.

Sri Chaitanya Mahaprabhu

Texto 1
Glórias ao sri-krishna-sankirtana, que remove do coração toda a poeira acumulada por anos e extingue o fogo da vida condicionada, que se apresenta sob a forma de repetidos nascimentos e mortes. Este movimento de sankirtana é a principal bênção para toda a humanidade em geral porque espalha os raios da lua da bênção. É a vida de todo o conhecimento transcendental. Ele aumenta o oceano de êxtase transcendental, e nos capacita a saborear completamente o néctar pelo qual sempre ansiamos.

Texto 2
Ó meu Senhor, somente Teu santo nome pode conceder todas as bênçãos aos seres vivos, e, por isso, possuis centenas e milhões de nomes, como Krishna e Govinda. Nestes nomes transcendentais, aplicaste todas as Tuas potências transcendentais. Nem mesmo há regras rígidas e severas para cantar estes nomes. Ó meu Senhor, por bondade, facilmente nos possibilitas aproximarmo-nos de Ti por meio de Teus santos nomes, mas, desventurado como sou, não sinto atração por eles.

Texto 3
O santo nome do Senhor deve ser cantado em um estado de espírito humilde, considerando-se inferior à palha na rua; deve-se ser mais tolerante do que uma árvore, destituído de todo sentido de falso prestígio, e deve-se estar pronto para oferecer todo respeito aos outros. Em tal estado de espírito, o santo nome do Senhor pode ser cantado constantemente.

Texto 4
Ó Senhor todo-poderoso, não tenho o desejo de acumular riquezas, tampouco desejo belas mulheres, nem quero um grande número de seguidores. Tudo o que desejo é o Teu serviço devocional imotivado, nascimento após nascimento.

Texto 5
Ó Krishna, filho de Maharaja Nanda, sou Teu servo eterno, porém, de alguma forma caí no oceano de nascimentos e mortes. Por favor, retira-me deste oceano de mortes e coloca-me como uma partícula de poeira a Teus pés de lótus.

Texto 6
Ó meu Senhor, quando meus olhos se decorarão de lágrimas de amor, fluindo constantemente ao cantar Teu santo nome? Quando minha voz se embargará, e quando os pelos de meu corpo se arrepiarão com a recitação do Teu nome?

Texto 7
Ó Govinda! Sentindo Tua separação, estou considerando um momento como se fosse doze anos ou mais. Lágrimas fluem de meus olhos como torrentes de chuva, e sinto que o mundo está vazio com Tua ausência.

Texto 8
Não conheço ninguém exceto Krishna como meu Senhor, e Ele assim permanecerá mesmo que me trate asperamente com Seu abraço ou despedace meu coração, evitando ficar presente diante de mim. Ele é completamente livre para tomar toda e qualquer atitude, pois Ele é sempre meu Senhor adorável, incondicionalmente.

Se gostou deste material, também gostará destes: Predições Escriturais Referentes ao Senhor Chaitanya, A Oração de Advaita, O Senhor Caitanya e o Renascimento da Devoção. 

Se gostou deste material, também gostará do conteúdo destas obras:

livro 1livro 2livro 3

Anúncios