Uma Festa Junina à Moda Hare Krishna

1

Já tradicional, festa junina na Fazenda Vrajabhumi aprimora a cada ano suas atividades.

Entrevista de 1 de junho de 2016

Volta ao Supremo: Como tiveram início as comemorações de festas juninas em Vrajabhumi?

Madhurya Prema: As festas juninas tiveram início no ano de 2013. A ideia inicial foi das devotas Lalita Gopi e Radha Gopali. Lalita Gopi tinha experiência por ter sido professora de escola. Além disso, como é um mês que não tem muitas comemorações no calendário vaishnava, foi uma maneira de atrair pessoas para Vrajabhumi. As pessoas participam da aula da Bhagavad-gita, que marca o começo da festa, e depois começam a ser servidas as comidas típicas. Deste modo, os convidados participam do programa espiritual e também podem saborear um delicioso prasada, o alimento santificado.

2

Sabores e boa companhia.

Volta ao Supremo: Quais são as preparações típicas servidas?

Madhurya Prema: São muitas preparações. Caldos, pamonha, milho na espiga, espetinho de queijo coalho (sem coalho animal), quentão (sem álcool), kafta no palito, canjica doce, broa de milho, pipoca, pizza no palito… É muito bom poder comer todas as comidas típicas dessa festa sem ter que se preocupar com os ingredientes, como aconteceria se fôssemos a uma festa junina comum.

3

Todas as mãos bem ocupadas.

Volta ao Supremo: E as atividades tradicionais? Quais são elas? Quais você mais gosta, pessoalmente?

Madhurya Prema: As atividades são cabo de guerra, dança das cadeiras, corrida de saco, pau de sebo e a tradicional quadrilha. Tem também a corrida de ovo na colher, em que usamos um tomate cereja no lugar do ovo. As crianças gostam muito das brincadeiras que dão brindes, como derrubar latas ou acertar a bola na boca do palhaço. Só de as crianças participarem, elas ganham o brinde, independente de conseguirem ou não acertar, para não ficarem tristes.
As que eu mais gosto são: dança das cadeiras, corrida de saco e corrida da colher, porque sou muito competitiva. Entro para ganhar! (risos)

4

As barraquinhas são feitas com os bambus que crescem na própria fazenda.

Volta ao Supremo: De que modo o tema de festa junina se conecta com a consciência de Krishna?

Madhurya Prema: Krishna e Balarama passaram Sua infância e juventude na roça de Vrajabhumi. Vrajabhumi significa “terra” (bhumi) de “pastar” (vraja). As festas juninas também são ligadas à devoção cristã, que Prabhupada disse ser compatível, em linhas gerais, com nossos ensinamentos. A alegria dessa festa tradicional no Brasil também combina muito bem com a alegria característica dos devotos de Krishna.

5

A alegria dessa festa tradicional no Brasil combina muito bem com a alegria característica dos devotos de Krishna.

6

Lilaraja Dasa é preso por não dançar na quadrilha.

Volta ao Supremo: Qual seu sentimento pessoal em relação a essa festa?

Madhurya Prema: A minha experiência pessoal é que dá muita satisfação poder ficar na companhia dos devotos de Krishna de uma maneira descontraída. Acaba que todos se divertem muito e isso faz todos ficarem mais próximos uns dos outros.

7

Um pouco da beleza de Vrajabhumi à noite

Volta ao Supremo: Os mantras também entram no clima?

Madhurya Prema: A trilha sonora do evento é o CD de Chandramukha Swami “Choveu Mantra no Sertão”. Esse CD foi produzido com o quinteto violado, que é um conjunto de Recife, e as músicas dele são mantras no ritmo de forró, baião e xaxado – tudo muito animado e perfeito para a ocasião.

8

Michele e Madhurya Prema, nossa entrevistada.

Volta ao Supremo: Quando será a próxima edição da festa? O que precisam saber as pessoas que gostariam de ir?

Madhurya Prema: Neste ano de 2016, teremos duas edições – uma no dia 18 de junho, um sábado, e outra no dia 24 de junho, que é uma sexta-feira. Em ambos os dias, a programação é a partir das 18h30. A entrada é gratuita, e as preparações típicas são vendidas a partir de 3 reais. A fazenda Vrajabhumi fica na estrada Isaías Vidal, sem número.

Sobre hospedagens e mais detalhes, interessados podem se informar pelos telefones: (21) 2644-7213, (21) 9.9458-7037, (21) 9.7117-5284 (Whatsapp) ou pelo e-mail (reservasvraja@gmail.com). Nosso site é www.vraja.com.br.

Como eu disse, as atividades são voltadas para todo o público – nossos hóspedes, os devotos de Krishna, moradores da região. Tudo acontece em um clima bem acolhedor. Esperamos por todos!

Entrevista conduzida por Bhagavan Dasa em nome de Volta ao Supremo. Todo o conteúdo das publicações de Volta ao Supremo é de inteira responsabilidade de seus respectivos autores.

Se gostou deste material, também gostará destes: Ratha-yatra: Quando o Senhor Sair, Convide-O a Entrar, Gundicha Marjana, A Limpeza do Templo de Gundicha, Kirtan Fest, A América Latina Imersa nos Santos Nomes, Kumbha Mela: A Origem e a Importância da Maior Festividade Religiosa da Humanidade.

 

Se gostou deste material, também gostará destes produtos:

livro 1   livro 3livro 2