Srila Prabhupada, Um Narada Muni Moderno

28 I (artigo - pregação) Srila Prabhupada, um Narada Muni Moderno (comemorado 29) (1800) (pn) (da)1
Sarvabhauma Dasa

Sri Narada Muni, um dos filhos do Senhor Brahma (o primeiro ser criado no universo), é um dos doze mahajanas, ou autoridades da consciência de Krishna. Os ensinamentos de Narada foram apresentados a milhões de pessoas através dos livros de Sua Divina Graça A.C. Bhaktivedanta Swami Prabhupada. Srila Prabhupada aponta em seu comentário ao Srimad-Bhagavatam (6.5.22): “O mestre espiritual imediato é o representante de Narada Muni; não há qualquer diferença entre as instruções de Narada Muni e aquelas do mestre espiritual presente”. Quanto mais ouvimos sobre Narada Muni e seu servo Srila Prabhupada, mais vemos as similaridades na mensagem e nas atividades dessas duas grandes almas transcendentais.

Pregadores Viajantes

Em um comentário ao canto seis do Srimad-Bhagavatam, Srila Prabhupada fala de uma semelhança entre ele e Narada Muni. Depois que Narada havia convencido milhares de prajapatis, ou progenitores da humanidade, a renunciarem a vida familiar para se dedicarem por completo à vida espiritual, Daksha, o pai deles, disse a Narada: “És um homem néscio que não sabe como se conduzir em relação a outros. Podes viajar por todo o universo, mas te amaldiçoo a não ter residência em parte alguma”.

?????????????????????????????????????????????

Prabhupada viajou o equivalente a quatorze voltas ao mundo entre os anos de 1965 e 1977
com o exclusivo propósito de difundir a consciência de Krishna.

Srila Prabhupada comenta: “Na verdade, semelhante punição é uma bênção para o pregador. Pregadores são conhecidos como parivrajakacharya, isto é, um acharya, ou instrutor, que sempre viaja para o benefício da sociedade humana… No sistema parampara [sucessão discipular] de Narada Muni, também fui amaldiçoado. Embora eu tenha muitos centros que seriam locais convenientes para residir, não posso ficar em lugar algum, pois fui amaldiçoado pelos pais de meus jovens discípulos. Desde que o movimento da consciência de Krishna foi iniciado, viajo por todo o mundo duas ou três vezes ao ano, e, embora eu receba boas acomodações aonde quer que eu vá, não posso ficar em nenhum lugar por mais de três dias ou uma semana”.

“Ele Gosta de Ouvir”

Ouvir o mestre espiritual é algo de primeira importância na vida espiritual, como podemos ver na vida tanto de Narada Muni quanto de Srila Prabhupada. Como o jovem filho de uma criada, Narada serviu os devotos e desenvolveu fé em ouvir suas palavras transcendentais: “Eu pude ouvi-los descrever as atrativas atividades do senhor Krishna. E, assim, por ouvi-los atentamente, meu gosto por ouvir sobre a Suprema Personalidade de Deus cresceu pouco a pouco”. (Srimad-Bhagavatam 1.5.27)

Pouco antes de iniciar Srila Prabhupada, em Allahabad, no ano de 1932, Srila Bhaktisiddhanta Sarasvati Thakura comentou: “Sim, ele gosta de ouvir… Eu notei isso nele. Eu o aceitarei como discípulo”. Porque Srila Prabhupada ouviu e repetiu fielmente a mensagem de seu mestre espiritual e dos preceptores vaishnavas anteriores, ele obteve espantoso sucesso na difusão da consciência de Krishna por todo o mundo.

Distribuidores de Livros

Sri Narada Muni e Srila Prabhupada são parceiros íntimos no serviço confidencial de produzir e disseminar a literatura transcendental que glorifica a Suprema Personalidade de Deus. No Srimad-Bhagavatam (1.5.11), Narada diz a Vyasadeva, o compilador da literatura védica: “Aquela literatura que é repleta das descrições do nome, fama, formas, passatempos etc. do Senhor Supremo é uma criação diferente, cheia de palavras transcendentais objetivando uma revolução na vida ímpia de uma civilização desorientada”.

Narada Instructs Vyasadeva to Write the Srimad-Bhagavatam

Narada instrui Vyasadeva.

No Padma Purana, Narada faz a seguinte predição a Srimati Bhakti Devi, a personificação do serviço devocional. “Ó tu que possuis uma bela face, nenhuma era se compara a Kali-yuga [a era atual], porque serás estabelecida em toda casa, bem como no coração de toda pessoa”. Ademais, no mesmo Purana, os sábios conhecidos como Kumaras revelam a Narada como bhakti pode ser estabelecida: “Assim como quando um leão ruge os lobos fogem amedrontados, o mero som do Srimad-Bhagavatam destrói todas as qualidades viciosas de Kali-yuga”.

No Sri Chaitanya-mangala, o Senhor Brahma apresenta a Narada uma prescrição específica para Kali-yuga: “Narada, nenhuma outra escritura se compara ao Srimad-Bhagavatam, que é completamente espiritual. Narada, deves ensinar o Srimad-Bhagavatam a fim de libertares todas as entidades vivas”.

Não foi por acaso, portanto, que o primeiro livro grande elaborado por Srila Prabhupada para publicação tenha sido uma tradução para o inglês do Srimad-Bhagavatam. O mesmo Srimad-Bhagavatam que Narada Muni havia incitado Vyasadeva a escrever a fim de que as almas caídas desta era se purificassem tornou-se a principal arma de Srila Prabhupada para aniquilar os lupinos males de Kali-yuga.

28 I (artigo - pregação) Srila Prabhupada, um Narada Muni Moderno (comemorado 29) (1800) (pn) (da)4

Prabhupada com sua tradução do primeiro canto do Srimad-Bhagavatam, impresso em três volumes.

No Padma Purana, Bhakti Devi diz a Narada, idam sthanam parityajya videsam gamyate maya: ”Partirei deste lugar [Sri Vrindavana] e serei levada a terras estrangeiras”. Srila Prabhupada escreveu sua tradução e seus comentários ao Srimad-Bhagavatam no sagrado dhama Vrindavana, o divino local do advento do Senhor Krishna. Posteriormente, Srila Prabhupada levou os livros consigo no navio cargueiro Jaladuta e partiu para a América.

Narada Muni compilou o Narada-pancharatra e o Narada-bhakti-sutra e apresentou pertinentes instruções sobre o serviço devocional em muitos outros importantes livros vaishnavas. Srila Prabhupada comentou que o Narada-pancaratra ”fornece instruções para os homens doentes deste mundo em relação a como sua presente ocupação pode conduzir ao caminho da emancipação espiritual”. Assim, tanto Sri Narada quanto Srila Prabhupada buscam elevar as pessoas de todas as esferas, de maneira progressiva e sistêmica.

Sem a contribuição de Narada Muni à tradição literária vaishnava, a conclusão védica mais elevada, ou siddhanta, seria muito mais desconhecida. E, sem os livros de Srila Prabhupada e a maciça distribuição dos mesmos por todo o mundo, a perda para a humanidade seria grande.

Difusores do Santo Nome

Ao longo dos Puranas, Narada Muni é descrito como sempre em viagem, tocando sua divina vina (um instrumento de cordas) e cantando os santos nomes do Senhor. Srila Prabhupada levou pessoalmente os santos nomes a Nova Iorque, Londres, Rússia, África, América do Sul e muitos outros lugares, e enviou discípulos a locais onde não pôde ir pessoalmente.

Salvadores dos Caídos

Assim como Narada Muni é famoso por ter transformado em um gentil devoto um vicioso caçador de nome Mrigari, Srila Prabhupada é famoso por ter transformado hippies degradados em refulgentes devotos. Assim como Narada certa vez tolerou a nudez e a intoxicação dos irmãos Nalakuvara e Manigriva a fim de abençoá-los com a audiência de Krishna, Srila Prabhupada tolerou hippies nudistas em Morning Star Ranch, na Califórnia, para lhes dar a consciência de Krishna. Assim como Narada estendeu sua misericórdia a uma mulher dando refúgio em seu ashrama a Kayadhu – a mulher que seria a mãe do grande devoto Prahlada Maharaja – Srila Prabhupada abrigou mulheres em seus ashramas e aceitou-as como suas discípulas.

Adoração à Deidade

Através do Narada-pancaratra, Narada fornece orientações acerca da adoração à Deidade, especialmente para Kali-yuga, a atual era de degradações. Srila Prabhupada obteve inspiração do livro de Narada quando começou a adoração à Deidade nos templos por todo o mundo.

No Padma Purana, Sri Narada promete a Bhakti Devi: “Ouve o meu voto. Caso eu não pregue a sua mensagem, subjugue todas as outras religiões e torne predominantes os festivais devocionais, então não serei considerado servo do Senhor Krishna”. Srila Prabhupada realizou grandes festivais de Ratha-yatra nas mais importantes cidades do mundo, dando aos caídos a chance de verem o Senhor Krishna em Sua forma de Deidade como o Senhor Jagannatha. Assim, ajudou Narada Muni a cumprir seu voto de que festivais devocionais reinariam em Kali-yuga.

Srila Prabhupada instalou as Deidades de Sri Sri Rukmini-Dvarakadhisa (Radha-Krishna) em Los Angeles e estabeleceu padrões de adoração à Deidade para ali e para os demais templos. Como resultado da devoção de Srila Prabhupada, belas Deidades do Senhor agora agraciam os templos da ISKCON no mundo inteiro.

Renunciantes

Narada Muni, pessoalmente um santo renunciado, é famoso por ter encorajado muitos grandes reis e líderes a renunciarem seus apegos e se renderem à Suprema Personalidade de Deus. Embora Srila Prabhupada tivesse recebido milhões de dólares e muitas propriedades opulentas, sempre manteve o espírito de vairagya, renúncia. Ele via tudo como propriedade de Krishna, motivo pelo qual usava tudo a serviço de Krishna.

Servos Humildes

Narada Muni atribuiu seu avanço na consciência de Krishna a seus fiéis serviços aos devotos. Similarmente, Srila Prabhupada considerava que qualquer sucesso que ele teve na propagação da consciência de Krishna decorria diretamente da misericórdia de seu mestre espiritual. Srila Prabhupada certa vez contou que fez uma única pergunta a seu mestre espiritual: “Como posso servir o senhor?”.

Mais do que Oportuno

Nos Puranas, Narada Muni sempre parece chegar no momento perfeito para entregar a mensagem perfeita às grandes almas nos momentos de dúvida ou aflição. Alguns talvez atribuem o sucesso da pregação de Srila Prabhupada ao fato de que ele veio ao Ocidente em um momento em que numerosos jovens estavam buscando por alternativas à vida materialista moderna.

No Srila Prabhupada-lilamrita, entretanto, Satsvarupa Dasa Goswami aponta que o incrível sucesso de Srila Prabhupada foi mais do que circunstancial: “Não foi pela invenção do avião a jato, nem circunstâncias fortuitas, nem sorte, tampouco um fenômeno social ou histórico que permitiu a Srila Prabhupada difundir a cultura védica do Oriente no Ocidente e então de volta ao Oriente. Não. Foi a vontade de Krishna e a sinceridade de Seu servo”.

O Sri Chaitanya-caritamrita revela como Narada Muni e Srila Prabhupada foram capazes de disseminar a consciência de Krishna, krishna-shakti vina nahe tara pravartana: “A menos que Krishna o invista de poder, ninguém é capaz de propagar o movimento de sankirtana”.

O Servo Íntimo de Narada

Srila Prabhupada foi mais do que um servo pequeno ou distante de Narada e dos acharyas vaishnavas antecessores. Difundindo o maha-mantra Hare Krishna por todo o mundo, organizando a distribuição de milhões de livros sobre Krishna nas línguas mais importantes do planeta, inspirando a distribuição de talvez mais de um bilhão de pratos de prasada (alimento oferecido a Krishna), realizando festivais devocionais nas maiores cidades do mundo e transformando milhares de devassos de Kali-yuga em devotos de Krishna, Srila Prabhupada agiu como o servo íntimo de seu mestre espiritual e Narada Muni.

Em muitas ocasiões, Srila Prabhupada indicou que Narada estava satisfeito e atraído pelas conversas sobre Krishna acontecendo na ISKCON. Em 1966, os devotos de Nova Iorque alugaram um dispendioso auditório próximo ao Carnegie Hall com a esperança de atraírem pessoas influentes, mas apenas sete pessoas compareceram. Quando um dos discípulos de Srila Prabhupada pediu desculpas por aquilo, mencionando que quase ninguém havia comparecido, Prabhupada ergueu suas sobrancelhas e disse: “Ninguém? Vocês não viram Narada?”.

.

Se gostou deste material, também gostará destes: Erigindo um Altar para Krishna no Templo do Materialismo, Doutor Patel Caminha para o Vaishnavismo, Estratégias Espirituais para a Era de Ferro, Vyasa-Puja, A Adoração ao Mestre Espiritual.

.

Se gostou deste material, também gostará destes produtos:

 28 I (artigo - pregação) Srila Prabhupada, um Narada Muni Moderno (comemorado 29) (1800) (pn) (da)5 28 I (artigo - pregação) Srila Prabhupada, um Narada Muni Moderno (comemorado 29) (1800) (pn) (da)9 28 I (artigo - pregação) Srila Prabhupada, um Narada Muni Moderno (comemorado 29) (1800) (pn) (da)8 28 I (artigo - pregação) Srila Prabhupada, um Narada Muni Moderno (comemorado 29) (1800) (pn) (da)7 28 I (artigo - pregação) Srila Prabhupada, um Narada Muni Moderno (comemorado 29) (1800) (pn) (da)6

Anúncios

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s