Se eu não tivesse conhecido os devotos de Krishna…

20 I (depoimentos - Sucessão Discipular e Mestre Espiritual) Se eu não tivesse conhecido os devotos de Krishna, eu (1200)2

Hanumatpresaka Swami e outros leitores de Volta ao Supremo tomam a palavra e compartilham um pouco do que diz sua intuição sobre como seria sua vida sem a consciência de Krishna.

“Não me tornaria nem de longe o que eu gostaria de ter sido”.

20 I (depoimentos - Sucessão Discipular e Mestre Espiritual) Se eu não tivesse conhecido os devotos de Krishna, eu (1200)21

Se eu não tivesse conhecido os devotos de Krishna, eu muito provavelmente seria um pseudointelectual, meio cético, meio de esquerda, que nunca achou graça em nenhum tipo de entorpecente, mas que passaria, certamente, um imenso tempo com videogames e shows de música. Jornalista, certamente infeliz com a profissão, porém dedicado de corpo e alma a ela. Torcedor fanático, faria do futebol minha religião, pois encontraria nele a paixão e a entrega. Confundiria romantismo com exploração, amor com paixão. Nas horas vagas, tentaria uma carreira paralela como cantor em alguma banda de rock ou blues, ou até quem sabe em uma roda de samba. Como passaria as noites em claro, trabalharia pior e teria muita dificuldade em manter o casamento. Gastaria muito dinheiro com hobbies fúteis, tentando achar algum que fizesse sentido. Evitaria a todo custo qualquer discussão metafísica séria e temeria a morte mais que tudo. Seria ciumento e possessivo, agressivo e egocêntrico. Não me tornaria nem de longe o que eu gostaria de ter sido.

(Sri Krishna Murti Dasa, 33 anos, Belo Horizonte, MG)

“Eu estaria ainda com um grande vazio no peito”.

20 I (depoimentos - Sucessão Discipular e Mestre Espiritual) Se eu não tivesse conhecido os devotos de Krishna, eu (1200)22

Se eu não tivesse conhecido os devotos de Krishna, eu estaria ainda com um grande vazio no peito que surgiu após tentar entender Deus sem sucesso por meio de vários caminhos. Eu já teria desistido dessa busca e estaria envolvido apenas em conquistas materiais, tentando tapar o buraco que persistia apesar dos confortos materiais.

(Jagadisha Dasa, 39 anos, Rio de Janeiro, RJ)

“Até minhas alegrias seriam mais tristes”.

20 I (depoimentos - Sucessão Discipular e Mestre Espiritual) Se eu não tivesse conhecido os devotos de Krishna, eu (1200)23

Se eu não tivesse conhecido os devotos de Krishna, eu poderia estar em qualquer lugar, fazendo qualquer coisa, em qualquer situação, segundo as limitações que meu karma me impõe. Tendo conhecido os devotos de Krishna, ainda posso ir a qualquer lugar, fazer qualquer coisa e me colocar em qualquer situação. Assim, o que mudou mesmo a partir do momento em que conheci os devotos de Krishna foi que onde quer que eu esteja, tenho capacidade de entender e discernir até que ponto devo atuar naquele lugar, me associar com aquelas pessoas ou o que devo fazer e como fazê-lo, de modo a me elevar e não me afundar e me emaranhar ainda mais nas teias do karma. Embora eu possa fazer qualquer coisa, entendo o que me prende a resultados materiais e o que me liberta. Embora eu possa estar em qualquer situação, compreendo que ela é perfeita para o meu aprendizado, é passageira – seja boa ou ruim – e pode ser utilizada de maneira positiva para o meu desenvolvimento. Mas, acima de tudo, se eu não tivesse conhecido os devotos de Krishna, até minhas alegrias seriam mais tristes, meus dias seriam menos vivos e, principalmente, meu coração não teria experimentado o verdadeiro amor.

(Kamalaksi Rupini, 33 anos, Belo Horizonte, MG)

“Eu não teria coragem”.

20 I (depoimentos - Sucessão Discipular e Mestre Espiritual) Se eu não tivesse conhecido os devotos de Krishna, eu (1200)24

Se eu não tivesse conhecido os devotos de Krishna, eu não teria coragem. Coragem de olhar para qualquer pessoa e afirmar: “Sim. Deus existe e Ele é uma pessoa. Seu nome é Krishna!”. Isso porque eu não teria coragem de acreditar absolutamente em nenhuma outra pessoa a não ser o mais destemido: Srila Prabhupada. Eu não teria coragem de me assumir como pertencente exclusivamente a uma única tradição espiritual, pois me ficaria a pergunta: “Mas e se os outros caminhos estiverem certos? Existem tantas diferenças e semelhanças! Será que todas me levarão para o mesmo fim?”. Eu não teria coragem de tentar me render de ‘corpo e alma’ e, assim, ficaria sem entender a necessidade de uma sucessão discipular e, consequentemente, sem entender a Verdade Absoluta por Ela mesma.

(Nityananda Raya, 29 anos, Teresópolis, RJ)

“Eu não teria encontrado as pessoas que mais amo”.

20 I (depoimentos - Sucessão Discipular e Mestre Espiritual) Se eu não tivesse conhecido os devotos de Krishna, eu (1200)25

Se eu não tivesse conhecido os devotos de Krishna, eu provavelmente estaria me dedicando apenas a dar “aulas de yoga”, neurótica com meu corpo e me envolvendo com shivaísmo e perdida na filosofia de Shankaracharya. O pior de tudo: eu não teria encontrado o meu amado guru, Dhanvantari Swami, e meu esposo, que são as pessoas que mais amo.

(Prema-vardhana Devi Dasi, 35 anos, Juiz de Fora, MG)

“Krishna parecia estar me mostrando exatamente o que eu teria me tornado”.

20 I (depoimentos - Sucessão Discipular e Mestre Espiritual) Se eu não tivesse conhecido os devotos de Krishna, eu (1200)26

Se eu não tivesse conhecido os devotos de Krishna, eu seria como um professor universitário que conheci ao longo de alguns anos.

Tivemos a oportunidade de apresentar um seminário sobre vastu-veda para alunos de graduação em uma universidade em Mendocino, Argentina. Nosso anfitrião foi o pró-decano de arquitetura, e acontecia de termos nascido no mesmo ano. Conforme nos conhecíamos ao longo de alguns anos, eu ficava bastante chocado em ver como Krishna parecia estar me mostrando, através desse professor estimadíssimo, exatamente o que eu teria me tornado se eu não tivesse conhecido Srila Prabhupada.

Ele era uma pessoa muito agradável, uma pessoa boa. Ele tinha senso de humor e uma visão ampla de conhecimento e sabedoria. Seus filhos também eram alunos da universidade, e ele era popular tanto com os alunos quanto com seus colegas.

Ele tirava seu relógio de pulso na sexta-feira à tarde e só o colocava de volta na segunda-feira de manhã. Ele acenou para mim enquanto se apertava, junto de um estudante, na parte de trás de um carro esporte com apenas dois bancos na parte de trás. Sua filha, ao lado do namorado dela à frente, então, saiu com o carro para um evento de jovens.

Antes de nos encontrarmos com Srila Prabhupada, a vida espiritual era como um brilho fraco sobre o mundo em torno de nós. Podíamos ver que havia formas, mas não havia percepção prática de seus detalhes. Quando obtivemos o livro Krishna, a Suprema Personalidade de Deus, de Srila Prabhupada, e a associação dos membros de sua ISKCON, então, gradualmente, toda a luminosidade atingiu uma intensidade real.

Se não os tivéssemos conhecido, não teríamos nos tornado um alcoólatra ou ladrão de banco. Até teríamos alguma afiliação religiosa, mas não teria nenhuma intensidade em nossa vida, tampouco teríamos tido ao menos uma chance real de gozar de um entendimento intelectual claro sobre Deus e religião, em virtude do que não teríamos obtido verdadeiramente a imortalidade.

Esta é a maneira que o mundo acaba
Esta é a maneira que o mundo acaba
Esta é a maneira que o mundo acaba
Não com um estrondo, mas um gemido

(T. S. Elliot, “Os Homens Ocos”)

(Hanumat Preshaka Swami, 66 anos, Guam, Estados Unidos)

Todo o conteúdo das publicações de Volta ao Supremo é de inteira responsabilidade de seus respectivos autores, tanto o conteúdo textual como de imagens.

.

Se gostou deste material, também gostará destes: O que Mais me Atrai em Krishna É…, Maiores do que Deus, Um Amor Interminável.

.

Se gostou deste material, também gostará do conteúdo destas obras:

15 R (artigo - Sexo e Matrimônio) Taj Mahal (bg) (ta) (661)1 15 R (artigo - Sexo e Matrimônio) Taj Mahal (bg) (ta) (661)2 15 R (artigo - Sexo e Matrimônio) Taj Mahal (bg) (ta) (661)4 15 R (artigo - Sexo e Matrimônio) Taj Mahal (bg) (ta) (661)5

Anúncios

Uma resposta

  1. Jaya! Muito legal! 😀

    Guru-maharaja Hanumatpresaka Swami ki jaya!

    22 de dezembro de 2014 às 10:06 AM

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s